By The Rivers Dark

Pelo rio de águas negras

By the rivers dark
I wandered on.
I lived my life
in Babylon.

And I did forget
My holy song:
And I had no strength
In Babylon.

By the rivers dark
Where I could not see
Who was waiting there
Who was hunting me.

And he cut my lip
And he cut my heart.
So I could not drink
From the river dark.

And he covered me,
And I saw within,
My lawless heart
And my wedding ring,

I did not know
And I could not see
Who was waiting there,
Who was hunting me.

By the rivers dark
I panicked on.
I belonged at last
to Babylon.

Then he struck my heart
With a deadly force,
And he said, 'This heart:
It is not yours.'

And he gave the wind
My wedding ring;
And he circled us
With everything.

By the rivers dark,
In a wounded dawn,
I live my life
In Babylon.

Though I take my song
From a withered limb,
Both song and tree,
They sing for him.

Be the truth unsaid
And the blessing gone,
If I forget
My Babylon.

I did not know
And I could not see
Who was waiting there,
Who was hunting me.

By the rivers dark,
Where it all goes on;
By the rivers dark
In Babylon.

Pelos rios de águas negras
naveguei.
Vivi minha vida
na Babilônia.

E esqueci da
minha canção sagrada:
eu não tinha forças
na Babilônia.

Pelos rios de águas negras
nos quais não podia ver
Quem me esperava lá
Quem estava me caçando.

E ele cortou meu lábio.
E cortou meu coração.
Não conseguia beber, portanto,
as águas negras do rio.

E ele me cobriu,
E vi o interior,
meu coração sem lei
e minha aliança de casado.

Eu não sabia
que não podia ver
quem me esperava lá,
quem estava me caçando.

Pelos rios de águas negras,
entrei em pânico.
Pertencia, ao menos,
à Babilônia.

Então, ele acertou meu coração
com uma força mortal,
e disse, “Este coração:
ele não é seu”.

E ele deu ao vento
minha aliança de casado;
E nos circundou
com todas as coisas.

Pelos rios de águas negras,
num amanhecer dolorido,
vivi minha vida
na Babilônia.

Apesar de ter tirado minha música
de um galho seco,
tanto a canção como a árvore,
elas cantam para ele.

Que a verdade não seja dita
e a benção não se cumpra,
se me esquecer
da Babilônia.

Eu não sabia
e não podia ver
quem me esperava lá,
quem estava me caçando.

Pelos rios de águas negras,
onde tudo isso acontece;
Pelos rios de águas negras
na Babilônia.