Democracy

Democracia

It's coming through a hole in the air,
from those nights in Tiananmen Square.
It's coming from the feel
that this ain't exactly real,
or it's real, but it ain't exactly there.
From the wars against disorder,
from the sirens night and day,
from the fires of the homeless,
from the ashes of the gay:
Democracy is coming to the U.S.A.

It's coming through a crack in the wall;
on a visionary flood of alcohol;
from the staggering account
of the Sermon on the Mount
which I don't pretend to understand at all.
It's coming from the silence
on the dock of the bay,
from the brave, the bold, the battered
heart of Chevrolet:
Democracy is coming to the U.S.A.

It's coming from the sorrow in the street,
the holy places where the races meet;
from the homicidal bitchin'
that goes down in every kitchen
to determine who will serve and who will eat.
From the wells of disappointment
where the women kneel to pray
for the grace of God in the desert here
and the desert far away:
Democracy is coming to the U.S.A.

Sail on, sail on
O mighty Ship of State!
To the Shores of Need
Past the Reefs of Greed
Through the Squalls of Hate
Sail on, sail on, sail on, sail on.

It's coming to America first,
the cradle of the best and of the worst.
It's here they got the range
and the machinery for change
and it's here they got the spiritual thirst.
It's here the family's broken
and it's here the lonely say
that the heart has got to open
in a fundamental way:
Democracy is coming to the U.S.A.

It's coming from the women and the men.
O baby, we'll be making love again.
We'll be going down so deep
the river's going to weep,
and the mountain's going to shout Amen!
It's coming like the tidal flood
beneath the lunar sway,
imperial, mysterious,
in amorous array:
Democracy is coming to the U.S.A.

Sail on, sail on ...

I'm sentimental, if you know what I mean
I love the country but I can't stand the scene.
And I'm neither left or right
I'm just staying home tonight,
getting lost in that hopeless little screen.
But I'm stubborn as those garbage bags
that Time cannot decay,
I'm junk but I'm still holding
up this little wild bouquet:
Democracy is coming to the U.S.A.

Ela está chegando por um buraco no ar,
por essas noites da rua Tiananmen.
Está chegando do sentimento
que não é exatamente real,
ou é real, mas não está exatamente ali.
Das guerras contra a desordem,
das sirenes tocando dia e noite,
dos sem-teto sendo queimados,
das cinzas dos gays:
Democracia está chegando aos E.U.A.

Ela está chegando por um rachadura no muro,
em uma visionária embriaguez.
em conta do escalonamento
do Sermão da Montanha,
sobre o qual não pretendo ser um entendido.
Está chegando do silêncio
da doca da enseada,
do corajoso, forte, das rajadas
do coração da Chevrolet:
Democracia está chegando aos E.U.A.

Ela está chegando da tristeza na rua,
dos lugares sagrados onde raças se encontram;
do homicida reclamão
que aparece em toda cozinha
para dizer quem irá servir e quem irá comer.
Das fontes do desapontamento
onde mulheres se ajoelham pra rezar
pela graça de Deus neste deserto
e no deserto longínquo:
Democracia está chegando nos E.U.A

Navegue, navegue
Poderoso Navio do Estado
Às Orlas da Necessidade
Passando pela Recifes da Cobiça
E pelas Tempestades do Ódio
Navegue, navegue, navegue, navegue.

Primeiro ela chega à América,
o berço do melhor e do pior
É aqui onde há a variedade
e o maquinário para a mudança
e é aqui onde há a sede espiritual.
É aqui onde a família se corrompe
e é aqui que os solitários dizem
que o coração precisa se abrir
de um modo essencial:
Democracia está chegando aos E.U.A.

Está vindo do homem e da mulher.
Sim, baby, estaremos fazendo amor novamente.
Estaremos indo tão a fundo
que o rio irá até chorar,
e as montanhas gritarão Amém!
Está vindo da enchente da maré
e das fases da lua,
imperial, misteriosa,
em ordem amorosa:
Democracia está chegando aos E.U.A.

Navegue, navegue...

Sou sentimental, você sabe o que quero dizer
Amo o país mas não consigo aguentar o clima.
Não sou de esquerda ou direita
Só quero ficar esta noite em casa,
ficar perdido na incorrigível telinha.
Mas sou teimoso como aquelas lixeiras
que o tempo não fustiga,
Sou viciado mas ainda envergo
este pequeno e selvagem buquê:
Democracia está chegando aos EUA.