Amen

Amen - Amém

Tell me again
When I’ve been to the river
And I’ve taken the edge off my thirst
Tell me again
We’re alone & I’m listening
I’m listening so hard that it hurts
Tell me again
When I’m clean and I’m sober
Tell me again
When I’ve seen through the horror
Tell me again
Tell me over and over
Tell me you want me then
Amen

Tell me again
When the victims are singing
And Laws of Remorse are restored
Tell me again
That you know what I’m thinking
But vengeance belongs to the lord
Tell me again…

Tell me again
When the day has been ransomed
& night has no right to begin
Try me again
When the angels are panting
And scratching the door to come in
Tell me again
When I’m clean and I’m sober
Tell me again…

Tell me again
When the filth of the butcher
Is washed in the blood of the lamb
Tell me again
When the rest of the culture
Has passed thru’ the Eye of the Camp
Tell me again…

Diga de novo
Quando estive no rio
e amenizei minha sede
Diga de novo
Estamos sozinhos e estou te ouvindo
Com tanta atenção que até ofende
Diga de novo
Quando estou limpo e sóbrio
Diga de novo
Quando levei ao cabo o horror
Diga de novo
Repita sem parar
Diga então que me quer
Amém

Diga de novo
Quando as vítimas cantarem
E as Leis do Remorso se restabelecerem
Diga de novo
Que você sabe o que penso
Mas a vingança pertence ao senhor
Diga de novo...

Diga de novo
Quando o dia for libertado
E a noite impedida de chegar
Tente de novo
Quando os anjos estiverem pintando
E arranhando a porta para entrar
Diga de novo
Quando estou limpo e sóbrio
Diga de novo...

Diga de novo
Quando a sujeira do açougueiro
For lavada no sangue do cordeiro
Diga de novo
Quando a sobra da cultura
Passar pelo Buraco da Agulha
Diga de novo...

Going Home

Going Home - Indo pra casa

I love to speak with Leonard
He’s a sportsman and a shepherd
He’s a lazy bastard
Living in a suit

But he does say what I tell him
Even though it isn’t welcome
He just doesn’t have the freedom
To refuse

He will speak these words of wisdom
Like a sage, a man of vision
Though he knows he’s really nothing
But the brief elaboration of a tube

Going home
Without my sorrow
Going home
Sometime tomorrow
Going home
To where it’s better
Than before

Going home
Without my burden
Going home
Behind the curtain

Going home
Without the costume
That I wore

He wants to write a love song
An anthem of forgiving
A manual for living with defeat

A cry above the suffering
A sacrifice recovering
But that isn’t what I need him
to complete

I want to make him certain
That he doesn’t have a burden
That he doesn’t need a vision
That he only has permission
To do my instant bidding
Which is to SAY what I have told him
To repeat

Going home…

I love to speak with Leonard
He’s a sportsman and a shepherd
He’s a lazy bastard
Living in a suit

Amo conversar com Leonard
Ele é um esportista e um pastor
Ele é um puta preguiçoso
Sua roupa sempre no rigor

Mas ele repete o que digo a ele
Mesmo que as palavras não sejam bem-vindas
Ele apenas não tem o atrevimento
De não aceitar

Ele dirá palavras profundas
Como um sábio, um homem de visão
Mesmo sabendo que não é de nada,
exceto por um raso intelecto de TV.

Indo pra casa
Sem minha tristeza
Indo pra casa
Alguma hora amanhã
Indo pra casa
Pra onde seja melhor
do que antes.

Indo pra casa
Sem meu fardo
Indo pra casa
pelos bastidores.

Indo pra casa
sem o traje
que eu usava.

Ele quer compor uma canção de amor
Um hino do perdão
Um manual para viver com a derrota

Um choro acima da dor
uma reconquista do sacrifício
Mas não é isso o que exijo que
ele conclua.

Quero fazê-lo seguro
Que ele não carregue um fardo
Que ele não precise de opinião
Que ele só tenha permissão
Para cumprir na hora minha ordem
Que é PROFERIR o que disse pra ele
Repetir.

Indo pra casa...

Amo conversar com Leonard
Ele é um esportista e um pastor
Ele é um puta preguiçoso
Sua roupa sempre no rigor

Tennesse Waltz

Valsa do Tennessee

I was dancing with my darlin'
to the Tennessee Waltz
When an old friend I happened to see
Introduced him to my loved one
and while they were waltzing
My friend stole my sweetheart from me.
I remember the night and the Tennessee Waltz
Now I know just how much I have lost
Yes I lost my little darlin'
The night they were playing
The beautiful Tennessee Waltz.
She comes dancing through the darkness
To the Tennessee Waltz
And I feel like I'm falling apart
And it's stronger than drink
And it's deeper than sorrow
This darkness she's left in my heart.

Com a minha querida eu dançava
uma valsa do Tennessee
Quando um velho amigo eu vi
Apresentei-o à minha amada
e enquanto eles dançavam
esse amigo roubou minha amada de mim
Lembro da noite e da valsa do Tennessee
Agora sei o quanto perdi
Sim, perdi minha querida
Na noite em que eles dançaram
a bela valsa do Tennessee.
Pelo escuro ela vem dançando
a valsa do Tennessee.
Estou sendo virado do avesso
E é mais forte que a bebida
E é mais profundo que a tristeza
Este breu que ela deixou no meu coração.

The Faith

A fé

The sea so deep and blind
The sun, the wild regret
The club, the wheel, the mind,
O love, aren't you tired yet?
The club, the wheel, the mind
O love, aren't you tired yet?
The blood, the soil, the faith
These words you can't forget
Your vow, your holy place
O love, aren't you tired yet?
The blood, the soil, the faith
O love, aren't you tired yet?
A cross on every hill
A star, a minaret
So many graves to fill
O love, aren't you tired yet?
So many graves to fill
O love, aren't you tired yet?
The sea so deep and blind
Where still the sun must set
And time itself unwind
O love, aren't you tired yet?
And time itself unwind
O love, aren't you tired yet?

O mar, tão profundo e cego
O sol, o arrependimento selvagem
O clube, a roda, a mente,
Ó, amor, ainda não está cansada?
O clube, a roda, a mente,
Ó, amor, ainda não está cansada?
O sangue, o solo, a fé
Dessas palavras você não pode esquecer
Sua jura, seu lugar sagrado
Ó, amor, ainda não está cansada?
O sangue, o solo, a fé
Ó, amor, ainda não está cansada?
Uma cruz em cada monte
Uma estrela, um minarete
Muitas covas para preencher
Ó, amor, ainda não está cansada?
O mar tão profundo e cego
Onde ainda o sol irá se pôr.
E o tempo, ele mesmo irá retroceder
Ó, amor, ainda não está cansada?
E o tempo, ele mesmo irá retroceder
Ó, amor, ainda não está cansada?
E o tempo, ele mesmo irá retroceder
Ó, amor, ainda não está cansada?

To a Teacher

A um professor

Hurt once and for all into silence.
A long pain ending without
a song to prove it.
Who could stand beside you so close to Eden,
When you glinted in every eye the held-high
razor, shivering every ram and son?
And now the silent loony bin, where
The shadows live in the rafters like
Day-weary bats,
Until the turning mind, a radar signal,
lures them to exaggerate
Mountain-size on the white stone wall
Your tiny limp.
How can I leave you in such a house?
Are there no more saints and wizards
to praise their ways with pupils,
No more evil to stun with the slap
of a wet red tongue?
Did you confuse the Messiah in a mirror
and rest because he had finally come?
Let me cry Help beside you, Teacher.
I have entered under this dark roof
As fearlessly as an honoured son
Enters his father's house.

Ferido de uma vez por todas no silêncio
Acabando uma longa dor sem uma
canção para provar sua existência.
Quem poderia ficar ao seu lado, assim tão perto do Eden.
Quando em cada olho cintila a lâmina erguida,
tremendo cada carneiro e filho?
E agora o silencioso hospício, onde
as sombras vivem em caibros como
morcegos cansados do dia,
até que a cabeça vire, um sinal de radar,
faz com que eles exagerem
grandes como montanhas na parede branca de pedra
Seu pequeno mancar.
Como posso deixá-la numa casa como essa?
Não há mais santos ou magos,
para louvar seus modos com pupilos,
não há mais demônios para aturdir com o tapa
de um língua vermelha e molhada.
Você achou que era o Messias no espelho
e descansou porque ele finalmente chegou?
Deixe-me gritar Socorro ao seu lado, Professor.
Entrei nesse forro escuro
como um honrado e destemido filho
entra na casa de seu pai.

Nightingale

Rouxinol

I built my house beside the wood
So I could hear you singing
And it was sweet and it was good
And love was all beginning
Fare thee well my nightingale
'Twas long ago I found you
Now all your songs of beauty fail
The forest closes 'round you
The sun goes down behind a veil
'Tis now that you would call me
So rest in peace my nightingale
Beneath your branch of holly
Fare thee well my nightingale
I lived but to be near you
Tho' you are singing somewhere still
I can no longer hear you

Construí minha casa ao lado da encosta
Para ouvi-lo cantar
Foi encantador e foi ótimo
E o amor estava só começando
Adeus a ti, meu rouxinol
Faz muito tempo que te encontrei
Agora todas suas canções sobre a beleza malogram
A floresta se fecha ao seu redor
O sol se põe atrás de um véu
Essa é a hora que cantaria pra mim
Então, descanse em paz meu rouxinol
Abaixo do ramo do azevinho
Adeus a ti, meu rouxinol
Vivi apenas para estar perto de ti
Apesar de você ainda cantar em algum outro lugar
Não posso mais te ouvir.

Dear Heather

Querida Heather

Dear Heather
Please walk by me again
With a drink in your hand
And your legs all white

Querida Heather
Por favor, passe por mim mais uma vez
Com uma bebida na mão
E suas pernas bem brancas

There For You

Lá por você

When it all went down
And the pain came through
I get it now I was there for you
Don't ask me how
I know it's true
I get it now
I was there for you
I make my plans
Like I always do
But when I look back
I was there for you
I walk the streets
Like I used to do
And I freeze with fear
But I'm there for you
I see my life
In full review
It was never me
It was always you
You sent me here
You sent me there
Breaking things I can't repair
Making objects
Out of thoughts
making more
By thinking not
Eating food
And drinking wine
A body that
I thought was mine
Dressed as Arab
Dressed as Jew
O mask of iron
I was there for you
Moods of glory
Moods so foul
The world comes through
A bloody towel
And death is old
But it's always new
I freeze with fear
And I'm there for you
I see it clear
I always knew
It was never me
I was there for you
I was there for you
My darling one

And by your law
It all was done

Quando tudo deu errado
E a dor chegou com força
Entendi agora que estava lá por você
Não me pergunte o por quê
Sei que é verdade
Agora entendo
Estava lá por você
Fiz meu planos
Como sempre faço
Mas quando olhei pra trás
Estava lá por você
Ando pelas ruas
como costumava fazer
E, com medo, paraliso
Mas estou lá por você
Revejo minha vida
de forma completa
Nunca fui eu
Nunca fui você
Você me mandou pra cá
Você me mandou pra lá
Quebrando coisas que não posso arrumar
Inventando objetos
da seu pensamento
Inventando mais
sem pensar
Alimentando-se com comida
e bebendo vinho
Um corpo que
pensei que era meu.
Vestido como árabe
Vestido como judeu
ó, máscara de ferro
Estava lá por você
Ânimos de glória,
Ânimos tão tolos
O mundo aparece
uma torre sangrenta
e a morte é velha
mas sempre é nova
Com medo, paraliso
e estou lá por você
Vejo claramente
Sempre soube
Nunca fui eu
Estava lá por você
Estava lá por você
Minha querida
E pelo seu direito
Tudo isso foi feito.

Villanelle For Our Time

Villanelle para nossa época

From bitter searching of the heart,
Quickened with passion and with pain
We rise to play
a greater part.
This is the faith from which we start:
Men shall know commonwealth again
From bitter searching of the heart.
We loved the easy and the smart,
But now, with keener hand and brain,
We rise to play
a greater part.
The lesser loyalties depart,
And neither race nor creed remain
From bitter searching of the heart.
Not steering by the venal chart
That tricked the mass for private gain,
We rise to play
a greater part.
Reshaping narrow law and art
Whose symbols are the millions slain,
From bitter searching of the heart
We rise to play
a greater part.

Da amarga procura do coração,
acelerado pela dor e pela paixão,
nos levantamos para encenar
um papel mais importante.
Esta é a fé de onde começamos:
Homens devem saber sobre a riqueza comum
Da amarga procura do coração,
amamos o simples e o esperto,
mas agora, com mãos e cérebro mais afiados,
nos levantamos para encenar
um papel mais importante.
Os mais infiéis se mandam,
E sem raça ou credo ficam
na amarga procura do coração.
Não seguindo o gráfico venal
que engana a massa para lucro pessoal,
nos levantamos para encenar
um papel mais importante.
Dando nova forma à lei e à arte
cujos símbolos são os milhões assassinados,
da amarga procura do coração
nos levantamos para encenar
um papel mais importante.

On That Day

Naquele dia

Some people say
It's what we deserve
For sins against g-d
For crimes in the world
I wouldn't know
I'm just holding the fort
Since that day
They wounded New York
Some people say
They hate us of old
Our women unveiled
Our slaves and our gold
I wouldn't know
I'm just holding the fort
But answer me this
I won't take you to court
Did you go crazy
Or did you report
On that day
On that day
They wounded New York

Alguns dizem
que merecemos isso
pelos pecados contra d—s
Pelos crimes no mundo
Não saberia
que simplesmente estou defendendo o forte
Desde aquele dia
Eles feriram Nova Iorque
Alguns dizem
que nos odeiam faz tempo
Descobriram nossas mulheres,
nossos escravos e nosso ouro.
Não saberia
que simplesmente estou defendendo o forte
Mas me responda isso
Não te levarei à corte
Você enlouqueceu
Ou você relatou
Naquele dia
Naquele dia
Em que feriram Nova Iorque