So Long, Marianne - Adeus, Marianne

Come over to the window, my little darling,
I'd like to try to read your palm.
I used to think I was some kind of Gypsy boy
before I let you take me home.

Now so long, Marianne, it's time that we began
to laugh and cry and cry and laugh about it all again.

Well you know that I love to live with you,
but you make me forget so very much.
I forget to pray for the angels
and then the angels forget to pray for us.

Now so long, Marianne, it's time that we began
to laugh and cry and cry and laugh about it all again.

We met when we were almost young
deep in the green lilac park.
You held on to me like I was a crucifix,
as we went kneeling through the dark.

Now so long, Marianne, it's time that we began
to laugh and cry and cry and laugh about it all again.

Your letters they all say that you're beside me now.
Then why do I feel alone?
I'm standing on a ledge and
your fine spider web
is fastening my ankle to a stone.

Now so long, Marianne, it's time that we began
to laugh and cry and cry and laugh about it all again.

For now I need your hidden love.
I'm cold as a new razor blade.
You left when I told you I was curious,
I never said that I was brave.

Now so long, Marianne, it's time that we began
to laugh and cry and cry and laugh about it all again.

Oh, you are really such a pretty one.
I see you've gone and changed your name again.
And just when I climbed this whole mountainside,
to wash my eyelids in the rain!

Now so long, Marianne, it's time that we began
to laugh and cry and cry and laugh about it all again.

Venha até a janela, minha queridinha,
eu gostaria de ler a sua mão.
Eu pensava ser algum tipo de garoto cigano
antes de deixar que me levasse pra casa.

Agora adeus, Marianne, é hora de começar
a rir e chorar e chorar e rir disso tudo de novo.

Bem, você sabe que eu amo viver ao seu lado,
mas com frequência faz com que eu esqueça.
Esqueci de rezar para os anjos
E os anjos se esqueceram de rogar por nós.

Agora adeus, Marianne, é hora de começar
a rir e chorar e chorar e rir disso tudo de novo.

Nos conhecemos quando éramos quase jovens
no interior do parque verde lilás
Você se segurava a mim como se eu fosse um crucifixo,
enquanto nos ajoelhávamos no escuro.

Agora adeus, Marianne, é hora de começar
a rir e chorar e chorar e rir disso tudo de novo.

Suas cartas dizem que você está ao meu lado agora.
Por que então me sinto sozinho?
Estou na beira de um precipício e sua
fina teia de aranha
mantém meu tornozelo fixo a uma pedra.

Agora adeus, Marianne, é hora de começar
a rir e chorar e chorar e rir disso tudo de novo.

Por ora, preciso do seu amor velado.
Sou afiado como uma lâmina nova.
Você me deixou quando aleguei ser curioso,
Nunca disse que era corajoso.

Agora adeus, Marianne, é hora de começar
a rir e chorar e chorar e rir disso tudo de novo.

Ó, você é realmente uma beleza
Percebo que partiu e trocou seu nome outra vez
E exatamente quando escalei esta montanha toda,
para lavar minhas pálpebras na chuva!

Agora adeus, Marianne, é hora de começar
a rir e chorar e chorar e rir disso tudo de novo.