The Traitor

O traidor

Now the Swan it floated on the English river
Ah the Rose of High Romance it opened wide
A sun tanned woman yearned me
through the summer
and the judges watched us from the other side

I told my mother "Mother I must leave you
preserve my room but do not shed a tear
Should rumour of a shabby ending reach you
it was half my fault and half the atmosphere"

But the Rose I sickened with a scarlet fever
and the Swan I tempted with a sense of shame
She said at last I was her finest lover
and if she withered I would be to blame

The judges said you missed it by a fraction
rise up and brace your troops for the attack
Ah the dreamers ride against the men of action
Oh see the men of action falling back

But I lingered on her thighs a fatal moment
I kissed her lips as though I thirsted still
My falsity had stung me like a hornet
The poison sank and it paralysed my will

I could not move to warn all the younger soldiers
that they had been deserted from above
So on battlefields from here to Barcelona
I'm listed with the enemies of love

And long ago she said "I must be leaving,
Ah but keep my body here to lie upon
You can move it up and down and when I'm sleeping
Run some wire through that Rose and wind the Swan"

So daily I renew my
idle duty
I touch her here and there -- I know my place
I kiss her open mouth and I praise her beauty
and people call me traitor to my face

O Cisne paira sobre o Rio Inglês,
a Rosa do Grande Romance desabrochou
uma mulher bronzeada bocejou pra
mim durante o verão
os Juízes nos vigiavam do lado oposto

Disse à minha mãe, Mãe devo deixá-la
Resguarde meu quarto, mas não derrame lágrima
boatos de um pobre fim deviam chegar a você
metade da culpa foi minha, metade da atmosfera.

Mas a Rosa eu envenenei com a Febre Escarlate
e incuti no Cisne o sentimento da vergonha
Ela disse, ao menos, que fui seu melhor amante
e se ela secasse, eu seria o culpado.

Os Juízes disseram, Você fracassou por um segundo
Levante-se e reúna suas tropas para o ataque
Os Sonhadores investem contra os Homens de Ação
Veja, lá, os Homens de Ação baterem em retirada.

Mas demorei-me num momento fatal em suas coxas
Beijei seus lábios apesar de ainda desejar
Minha falsidade me ferroa como uma abelha
O veneno penetra e neutraliza minha vontade.

Imóvel, não preveni os soldados mais jovens
que o alto escalão os havia abandonado.
Dos campos de batalha daqui até Barcelona
estou engajado com os inimigos do amor.

Muito tempo atrás ela disse, Devo partir
Ah, mas deixe meu corpo repousar aqui
Você pode movê-lo para lá e pra cá e enquanto durmo
passe um fio pela Rosa e abane o Cisne

Então diariamente eu renovo minha
preguiçosa obrigação
Toco nela aqui e ali -- conheço meu lugar
Beijo sua boca desvelada e louvo sua beleza
E o povo, na minha cara, me chama de Traidor.